Já guiámos. O bom e o menos bom do novo Honda e

Share

Os veículos eléctricos vieram provar que são um desafio muito complexo, que tem inclusivamente colocado grandes dificuldades às marcas mais reputadas do mercado, da Volkswagen à Mercedes. Daí que fosse com óbvia curiosidade que encarámos a possibilidade de testar o primeiro modelo alimentado por bateria da Honda, outro fabricante que sempre se bateu pela sofisticação tecnológica, pelo menos entre os veículos com motor de combustão.

Antes de nos mostrar o novo Honda e, os responsáveis japoneses começaram por colocar a situação em perspectiva, afirmando que 2/3 da sua gama vai ser electrificada em 2030 (com versões 100% eléctricas ou híbridas), com o compromisso de todas as gamas que comercializam na Europa oferecerem pelo menos uma versão electrificada. Isto significa mais seis modelos electrificados, sendo dois deles 100% eléctricos a bateria, com outro modelo a juntar-se a este Honda e nos próximos dois anos.

(…)

Fonte: https://observador.pt/2020/02/05/ja-guiamos-o-bom-e-o-menos-bom-do-novo-honda-e/