Honda e: O elétrico mais ‘giro’ do mercado chega em junho

Share

Dizem que o primeiro olhar diz muito sobre uma relação. No caso do Honda e (um nome que não é exatamente o melhor…), o visual é arrebatador numa lógica de emotividade que os automóveis elétricos ainda não souberam bem explorar. Pelo menos, no capítulo da estética, algo em que a Honda, por outro lado, parece ter acertado em cheio.

Não é por acaso que a maioria das reações à apresentação do novo elétrico da Honda tenham sido, precisamente, sobre a sua aparência ‘tão gira’. E os próprios responsáveis da companhia nipónica reconhecem-no, como foi o caso do responsável pelo desenvolvimento do Honda e, Takahiro Shinya, durante a conferência de imprensa. E é por aí que o novo Honda e (já se percebe porque é que a denominação não é propriamente fácil de colocar em texto?) começa por conquistar. Tal como já é quase uma tradição na marca japonesa, as linhas do modelo de produção aproximam-se bastante do concept que foi revelado há cerca de dois anos e que granjeou tantos elogios. Nesse cenário, a Honda não poderia deixar o seu citadino na ‘gaveta’.

Tudo acelerado, porém, pela meta de emissões poluentes mais apertada imposta pela União Europeia e que obriga ao lançamento acelerado de modelos alimentados exclusivamente por bateria elétrica, como é o caso deste Honda e, que acaba por ser o primeiro de uma nova leva de automóveis eletrificados e que terá continuidade ainda este ano com o novo Jazz, unicamente desenvolvido em modo híbrido. Até ao final de 2022, chegarão ainda mais quatro modelos compostos por sistemas elétricos ou híbridos, numa estratégia que pretende ter todos os modelos centrais com algum género de eletrificação em 2023. A noção de ‘core models’ ou gamas centrais pode ser a chave para que o Civic Type R permaneça como um ‘resistente’ dos motores de combustão interna.

(…)

Fonte: https://www.motor24.pt/especial/honda-e-o-eletrico-mais-giro-do-mercado-chega-em-junho/816550/