Resultados
Marca

3 Tecnologias para que os carros entendam emoções

Robot Pepper

A tecnologia tem evoluído bastante no setor automóvel, com os automóveis cada vez mais capazes de entender como vamos proceder em determinadas situações. E se os carros conseguissem “sentir” as nossas emoções? Descubra as tecnologias que estão a ser desenvolvidas para esse efeito.

Sistemas de Assistência mais inteligentes

Nos últimos anos assistimos ao aparecimento de vários sistemas de assistência à condução com base em sensores, capazes de comunicar aos condutores o estado do trânsito ou risco de acidente em tempo real. Apesar de já serem capazes de prever determinados procedimentos por parte do condutor, ainda não é possível, atualmente, interpretar os sentimentos e emoções humanas.

O desafio de conseguir criar um automóvel capaz de “sentir” as emoções do condutor tem levado a uma pesquisa intensa para o desenvolvimento de sensores biométricos. Estes sensores são os responsáveis pela interpretação das emoções do condutor, permitindo evitar que o estado emocional do condutor possa gerar uma situação de perigo.

A inteligência artificial como auxiliar da inteligência emocional

Os sistemas com recurso à inteligência artificial evoluíram, rapidamente, em todos os setores. Estes têm um papel fundamental para que seja possível dar resposta às necessidades humanas. Em muitos casos, estas necessidades são emocionais. Por isso, são várias as marcas do setor automóvel que têm vindo a desenvolver tecnologias que liguem a inteligência artificial às emoções. Leia sobre os desenvolvimentos da Honda nesta área.

“Affectiva”

As emoções podem ser monitorizadas através de sensores específicos, criados para detetar mudanças na respiração ou nos batimentos cardíacos do condutor. Através do recurso a câmaras de reconhecimento, estes sensores podem entender se o condutor está a fechar os olhos, a bocejar ou a sorrir. O sistema Affectiva tem um repositório de dados de 7 milhões de rostos, analisados em 87 países diferentes.

Tecnologia Affectiva analisa as emoções de um condutor
© Affectiva

A tecnologia como aliada na prevenção

Os dados recolhidos por este tipo de sistemas podem vir a ser combinados com os dados recolhidos por outros sistemas de assistência à condução, como é o caso do sistema de manutenção à faixa de rodagem.
Para aumentar a segurança dos seus condutores, a Honda tem vindo a desenvolver várias inovações relacionadas com a inteligência artificial e emocional. Numa auto-intitulada “4ª Revolução Industrial”, estas inovações permitirão desenhar carros cada vez mais seguros e personalizados aos seus condutores.

O “HANA”

O melhor exemplo do progresso da Honda neste campo é o HANA – Honda Automated Network System. O assistente pessoal equipado com inteligência artificial, apresentado em 2018 juntamente com o NeuV (New eElectric Urban Vehicle), é capaz de ler as emoções do condutor e ajustar a música, a temperatura e outros fatores, que afetam o seu humor e atenção na estrada.

O robot “Pepper”

A Honda pretende equipar os seus modelos com o robot Pepper. Este consiste num robot de tamanho real, desenvolvido por uma empresa especializada em inteligência artificial, que auxiliará o condutor para uma condução mais segura.

Num futuro não muito distante, o seu carro será autónomo ao ponto de o aconselhar, de modo a garantir uma condução sempre em segurança.

Senhora cumprimenta o Robot Pepper
© F.Mori/AP/SIPA
Honda Portugal Automóveis
Honda Portugal Automóveis A Honda chegou a Portugal em 1968, preparada para conquistar os portugueses com a sua inovadora tecnologia e os melhores e mais fiáveis automóveis. Com uma longa história de sucesso no nosso país, a Honda conquistou uma verdadeira comunidade de fãs, que reconhecem na marca a fiabilidade, segurança e tecnologia que nos caracterizam. A competição e a performance estão no nosso ADN e é por isso que, diariamente, continuamos a trabalhar para que todas as viagens sejam verdadeiramente emocionantes. Ver perfil

Siga-nos no Instagram

@honda.pt