Resultados
Comunidade

Às vezes a vida é uma questão de impulso

Domingo é dia de família. Pelo menos para a minha. Desde pequeno que me lembro de quase todos os domingos nos juntarmos em grandes almoços e mais tarde darmos um passeio. Não importava o caminho, mas sim o momento que passávamos juntos e esse compromisso era honrado praticamente todas as semanas.

Tinha 15 anos quando um desses passeios me marcou mais do que todos os outros. Vi o meu pai como nunca tinha visto e pelo caminho, viríamos a ganhar um novo elemento para a família: um Honda Del Sol VTI.

Decisões que mudam uma vida

Hoje em dia penso que foi o destino quem colocou o ‘Verdinho’ na minha vida, já que nos desviámos do caminho habitual e por isso é que nos cruzámos com um concessionário.

Na altura andávamos à procura de um carro comercial, para o dia a dia da minha mãe, logo, ao ver o meu pai entrar no stand, não o estranhei. No entanto, havia algo de novo nele, um brilhozinho nos olhos que antes não existia e foi aí que reparei no porquê: eu, habituado a videojogos como o “Need For Speed”, identifiquei logo o causador, um Honda Del Sol VTI, verde alface.

O momento seguinte foi o que nos causou mais espanto. Ouvimos o meu pai a dizer: “Pode reservar. Venho buscá-lo amanhã.”

Nunca tinha visto o meu pai fazer nada por impulso.

Paixões que vêm de herança

Se alguma vez imaginei que teríamos um carro verde alface na família? Nunca. No entanto, é de uma cor tão incomum que até aqui na cidade toda a gente sabe a quem pertence o carro.

Existem paixões que são herdadas e foi exatamente assim que nasceu a minha paixão pela Honda. No dia em que ganhámos o “Verdinho”, ganhámos também os dois uma paixão quase inexplicável por todo este mundo. A pessoa que possivelmente não ficou tão feliz terá sido a minha mãe, que acabou por não ganhar o seu prometido carro novo. E para quem já tem um bichinho por carros, ganhar um desportivo de um dia para o outro é uma sensação incrível. Mas com 15 anos temos que nos sujeitar às vontades dos nossos pais e isso fez-me aguardar impacientemente pelo dia em que tirasse a carta de condução e nesse dia, a primeira coisa que fiz foi conduzi-lo. Uma sensação única, pelo gosto que tinha ao carro e pela própria marca.

No entanto, como a maioria das paixões, do nada aparece outra da qual passamos a gostar mais. Para minha sorte, era Honda também: o S2000.

Quando tive o meu primeiro contacto com ele, descobri uma coincidência engraçada: o antigo dono do “Verdinho” tinha um também. Anos mais tarde viria eu a apaixonar-me por ele e quem me conhece sabia que era o meu carro de sonho. Tive a sorte de conviver com várias pessoas que tinham este modelo e foi aí que eu disse: mais cedo ou mais tarde vou ter um.

 De um Del Sol para um S2000

Quem tem um S2000 tem-no pela qualidade do carro e pelo que este representa. Até o conseguir, fui alimentando esta paixão da melhor forma que podia. Creio que terei enganado muitas pessoas, donas de um S2000, devido ao meu nível de conhecimento sobre este modelo, digno de quem já possuía um.

Tudo o que era grupo de fãs na Internet sobre este modelo, eu estava presente. O Clube Honda S2000 Portugal, o S2K & Friends, o S2Ki e até sócio fui do S2KUK. Era completamente inexplicável o sentimento. Tentava explicar aos meus amigos e ninguém via o que eu via. Chegou a um certo momento em que, pontualmente, já chegavam lá a casa brindes de encontros que eram organizados, porque as pessoas se lembravam de mim e da minha paixão.

Perdi a conta ao número de eventos em que participei e aos quilómetros percorridos só para poder ver este modelo ao vivo. Recordo com saudades os do Caramulo Motorfestival, que eram, sem dúvida, os melhores e sempre representados com mais de quinze exemplares. E depois via a reação das pessoas. Os fãs da Honda têm um espírito único. Nota-se que é paixão pela marca, mais do que pelo carro, ao contrário de tantas outras marcas.

Passados quase 14 anos, chegou finalmente a minha vez. Tenho o meu Honda S2000. Hoje “dorme” ao lado do Verdinho.

 

André Cordeiro

Honda Portugal Automóveis
Honda Portugal Automóveis A Honda chegou a Portugal em 1968, preparada para conquistar os portugueses com a sua inovadora tecnologia e os melhores e mais fiáveis automóveis. Com uma longa história de sucesso no nosso país, a Honda conquistou uma verdadeira comunidade de fãs, que reconhecem na marca a fiabilidade, segurança e tecnologia que nos caracterizam. A competição e a performance estão no nosso ADN e é por isso que, diariamente, continuamos a trabalhar para que todas as viagens sejam verdadeiramente emocionantes. Ver perfil

Siga-nos no Instagram

@honda.pt